Frete Grátis a partir de R$99,90

O prazo de entrega de um produto adquirido em nossa Loja Virtual, varia de acordo com o endereço de entrega, o tipo de frete escolhido pelo cliente, a forma de pagamento e a disponibilidade do produto em estoque. 

Como Calcular o Prazo de Entrega

Para calcular o prazo de entrega, basta clicar no produto desejado e clicar em "COMPRAR". Você será direcionado para o carrinho de compras. Em seguida, informe o CEP do endereço de entrega no campo solicitado e clique em "CALCULAR O FRETE". .

O prazo de entrega do pedido e o valor do frete serão calculados automaticamente e informados no campo destinado à seleção do frete.

Prazo de Entrega X Forma de Pagamento

CARTÃO DE CRÉDITO: Em caso de pagamento através de cartão de crédito, o prazo para entrega é considerado a partir da confirmação do pagamento pela administradora do cartão de crédito e à análise cadastral da Loja Virtual.

BOLETO BANCÁRIO: Em caso de pagamento com boleto bancário, o prazo para entrega é considerado a partir da confirmação do pagamento pelo banco e da análise cadastral da Loja Virtual.

A confirmação da instituição financeira é realizada em até três dias úteis a partir do pagamento do boleto. Será considerado o horário da aprovação do pagamento para a liberação do pedido e não o momento em que a compra foi finalizada em nossa loja virtual.

TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA OU PIX: Em caso de pagamento por transferência ou PIX, o prazo para entrega é considerado a partir da confirmação do pagamento pela instituição financeira e análise cadastral da Loja Virtual. Se a transação for concluída com sucesso, a confirmação é realizada em até um dia útil a partir da transferência.

Condições que Inviabilizam a Entrega no Prazo

- Insucessos na entrega podem ser ocasionados por ausência do cliente ou pessoa autorizada a receber a encomenda no endereço da entrega, dados cadastrais incorretos, recusa do produto pelo cliente e mudança de endereço.

- Podem ocorrer, ainda, atrasos eventuais devido a problemas externos, como greve nos Correios, problemas de tráfego nos aeroportos, condições desfavoráveis das rodovias, alterações climáticas que provoquem enchentes ou catástrofes naturais, acidentes de grandes proporções que inviabilizem a entrega e outras ocasiões de força maior.